sábado, 26 de maio de 2012

Messiense é morta a tiros na noite de Sábado na cidade de Mossoró

A Central de Operações da Policia Militar registrou no inicio da noite de sábado 26 de Maio de 2012, mais uma morte de forma violenta. O crime aconteceu no Bairro Ouro Negro em Mossoró.
Maria Nifrania Alves de 28 anos de idade, natural da cidade de Messias Targino e residente na Rua Januário Pereira Pimenta, no andar superior mo mercadinho Ouro Negro. A mulher era casada com o proprietário comercio.

Segundo Informações, Maira havia sido casada com um individuo, mas estavam separados há tempo. Inconformado o suspeito, conhecido como “Diego” vivia chantageando e ameaçado a mesma de morte. Ontem a mulher teria ido à delegacia prestar queixa das ameaças que vinha sofrendo.

Hoje, no inicio da noite o acusado invadiu o mercadinho, tentando matar o esposo da mulher, mas ele não se encontrava no estabelecimento. Maria, conseguiu acalmar o acusado e o retirou de dentro do comercio, conduzindo-o até a residência do mesmo.

Antes de chegar ao destino final à mulher foi alvejada com três disparos de arma de fogo na região do abdômen. Ela foi socorrida por populares, mas não resistiu e morreu antes de chegar ao Hospital Regional Tarcísio Maia. O individuo fugiu do local antes da chegada da policia.

O esposo da vitima acredita que ele seria o alvo dos disparos. Ele disse ainda que a intenção do acusado era matar o casal. Ele não deu detalhes dos motivos.

Lamentável: A vitima deixou uma filhinha e estava preparando a festinha de dois aninhos que seriam comemorados domingo 27 de Maio.

Fonte:o Câmera 

Dilma decide vetar 12 itens e fazer 32 mudanças no Código Florestal Brasileiro

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff decidiu vetar 12 itens do Código Florestal e fazer 32 modificações no texto aprovado pela Câmara dos Deputados no fim de abril. O governo vai editar uma medida provisória (MP) para regulamentar os pontos que sofreram intervenção da presidenta. Os vetos e a MP serão publicados na edição de segunda-feira (28) do Diário Oficial da União.
"Foram 12 vetos e 32 modificações, das quais 14 recuperam o texto do Senado, cinco correspondem a dispositivos novos e 13 são ajustes ou adequações de conteúdo", resumiu o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, ao anunciar as decisões.
Entre os pontos vetados está o artigo que trata da consolidação de atividades rurais e da recuperação de  áreas de preservação permanente (APPs). O texto aprovado pelos deputados só exigia a recuperação da vegetação das áreas de preservação permanente (APPs) nas margens de rios de até 10 metros de largura. E não previa nenhuma obrigatoriedade de recuperação dessas APPs nas margens de rios mais largos.
Os vetos estão sendo apresentados pelos ministros do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, da Agricultura, Mendes Ribeiro, do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, e pelo advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, no Palácio do Planalto.
O texto, aprovado pela Câmara no fim de abril, deixou de fora pontos que haviam sido negociados pelo governo durante a tramitação no Senado. Os vetos presidenciais podem ser derrubados pelo Congresso Nacional, desde que tenham o apoio da maioria absoluta das duas Casas – Senado e Câmara – em votação secreta.
Fonte:Agência Brasil

Nordestinês


Anestesistas do RN estão sem pagamento há meses

“Estamos chegando ao nosso limite”. Foi assim que relatou o presidente da Cooperativa dos Anestesiologistas do Rio Grande do Norte (Coopanest), Frederich Marcques Abreu, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (25), para falar sobre os atrasos nos pagamentos da prestação de serviços aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) feitos através de contrato entre a Coopanest, Governo do Estado e Prefeitura de Natal. De acordo com o presidente da Cooperativa, são realizados mensalmente uma média de três mil procedimentos eletivos, com exceção dos plantões, e a dívida hoje gira em torno de R$ 2 milhões.
“Continuamos fazendo a nossa parte, mas esta situação não pode continuar por muito tempo, pois os profissionais não agüentam esperar mais por promessas. Vai chegar a um ponto em que vai ultrapassar este limite e ficar complicado dar continuidade ao serviço, mas não queremos que isso aconteça, por isso cobramos solução imediata aos gestores”, destacou o presidente Frederich Marcques Abreu.
Caso o Governo do Estado não regularize o pagamento da prestação do SUS, na primeira quinzena de junho, os anestesiologistas deixarão de realizar os mais de três mil procedimentos mensais. Para complicar ainda mais a situação, o contrato entre a Coopanest e a Prefeitura de Natal termina agora em junho. “Como podemos renovar um contrato sem que tenhamos recebido os valores referentes aos meses atrasados?” indagou o presidente. Mas diante de uma paralisação, o diretor técnico da Cooperativa, Sergio Lima garante que o atendimento de urgência e emergência será mantido.
O presidente da Coopanest, médico Frederich Marcques, disse que o contrato com a prefeitura gira em torno de R$ 1,2 milhão por mês, mas de acordo com a lei das licitações públicas, existe um prazo para que o repasse seja realizado em até 90 dias. “O prazo máximo para pagamento está se esgotando e caso isso aconteça seremos obrigados a paralisar as atividades por ruptura de contrato”, explicou o presidente.
Em 2012 os 180 anestesistas que prestam serviço ao SUS nos hospitais públicos e privados de Natal só receberam o equivalente a 80% de um único mês trabalhado, pois a Prefeitura de Natal fez o repasse de 40% referente a janeiro e 40% referente a fevereiro. Os repasses por parte do Governo do Estado, que é a maior fatia, explica o presidente da Cooperativa, de 60%, estão atrasados desde janeiro. A situação se agravou na última semana quando os recursos repassados pelo governo do estado para a conta da Prefeitura de Natal foram bloqueados por determinação judicial para pagar dívidas do município com outra instituição da área da saúde. O repasse era referente aos meses de janeiro e fevereiro.
“Nós fomos informados que o dinheiro para pagar os anestesistas foi bloqueado pela Justiça assim que entrou na conta da Prefeitura de Natal”, disse o presidente. Na última reunião, realizada na sede da Coopanest, os anestesistas mostraram inquietação diante do atraso dos pagamentos. “Nós não podemos pedir ao cooperado para ir trabalhar sem perspectiva de receber os honorários”, declarou.
Bloqueio de Contas
O juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública, Geraldo Mota, determinou o bloqueio de R$ 820.074,36 da conta única do Município, na rubrica destinada aos recursos para a Saúde, para cobrir faturas vencidas do Hospital Memorial. O débito é de meses anteriores a abril de 2012. Ele ordenou ainda que sejam intimados a secretária de Saúde, Maria do Perpétuo Socorro, e o procurador geral do Município, Francisco Wilkie Rebouças  para, no prazo de cinco dias, pronunciarem-se a respeito de outro débito com o hospital, este vencido em abril de 2012, no valor de R$ 1.066.563,41.

A direção da Cooperativa espera que a Prefeitura de Natal encontre uma solução para evitar a interrupção serviço. Em média são realizados 3.800 procedimentos todos os meses só com as cirurgias eletivas. Os anestesistas trabalham através da Coopanest em toda a rede pública, nos hospitais privados conveniados com o SUS, no Onofre Lopes e na Maternidade Januário Cicco, todos em Natal. O diretor técnico da Cooperativa, Sérgio Lima, disse que a insatisfação é grande entre os anestesiologistas. Para ele, a solução seria que o Governo criasse um calendário permanente para pagamento dos contratos de serviços prestados.
“Qual a satisfação de nossos profissionais de trabalhar, já que estamos prestes a entrar no mês de junho e eles ainda não receberam o mês de janeiro. O sentimento é de preocupação em poder manter o atendimento à população, mas de insatisfação por trabalhar sem ser remunerado.
A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) informou que existe um Termo de Cooperação entre a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) por meio do qual o município irá arcar com 40% e o Estado com 60% do pagamento à Cooperativa. Segundo a assessoria, O Termo de Cooperação será encaminhado ainda nesta sexta-feira (25) para a Controladoria Geral do Estado e existe possibilidade de que o pagamento seja liberado ainda hoje, referente aos meses de março e abril de 2012.
A reportagem d’O Jornal de Hoje tentou entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria de Comunicação do Município de Natal, mas não obteve êxito. O procurador Geral do Município estava em reunião e não pode atender a ligação para esclarecer quais providências serão tomadas.
Fonte:jornal de hoje

Secretário explica como barragem quase seca vai abastecer Luis Gomes

O secretário estadual Gilberto Jales, do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH), explicou como a Barragem de Pau dos Ferros, com apenas 50% de sua capacidade vai enfrentar a seca abastecendo Pau dos Ferros e todas as outras cidades da região.
Jales admite que a barragem de Pau dos Ferros, que armazena 54 milhões metros cúbicos de água, não suporta a demanda de consumo das cidades do Alto Oeste, devido a evaporação elevada e o alto consumo de água neste período de estiagem.
Ele explicou que, quando a Adutora do Alto Oeste ficar pronta em 6 ou 8 meses – etapa de Pau dos Ferros – a barragem vai alimentar o sistema adutor, mas as demais fontes vão continuar também alimentando, de modo que ele acredita que a barragem vai suportar a seca.
Jales acrescentou que o projeto prevê a construção de um sistema adutor expresso partindo da Barragem de Santa Cruz direto para alimentar o Sistema Adutor da região de Pau dos Ferros. Este sistema, segundo ele, será feito em 2014/2015.
As explicações de Jales foram solicitadas porque a cidade de Luis Gomes já está sem água nas torneiras há mais de 200 dias e o que seria a solução mais viável era construir uma adutora do Açude do Saco, que fica em Major Sales, distante 8 km de Luis Gomes.
Esta adutora custaria R$ 3,5 milhões e resolveria em definitivo. O açude do Saco não seca. Para se ter uma idéia, Rosalba preferiu pagar 3,3 milhões só de reajuste de contrato para concluir o Sistema Adutor do Alto Oeste a resolver, em definitivo, a questão de Luis Gomes.
Preferiu gastar, ao todo, R$ 25 milhões para concluir o Sistema Adutor do Alto Oeste, para abastecer Luiz Gomes com água da Barragem de Pau dos Ferros, mesmo sabendo que esta barragem não agüenta mais nem seis meses de seca e seca.
Fonte:retrato do oeste

Meteorologista não crê em chuvas ainda em maio

Maio está acabando e com ele se vão as esperanças de que a chuva ainda venha molhar a terra seca. O quinto mês do ano é o último em que, geralmente, ainda ocorre e se encerra o período chuvoso em nossa região. 2012 é um dos mais secos dos últimos 20 anos. O ano de 2013 ainda está longe, mas a expectativa já é preocupante, segundo os meteorologistas.
“Nosso período de chuva está consolidado. Maio está na última semana e isso quer dizer que não teremos mais chuvas. Pode aparecer alguma nebulosidade, mas as nuvens têm pouca água. O máximo que pode acontecer é ter uma neblina isolada em um bairro e outro não”, chefe do setor de climatologia da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), professor José Espínola Sobrinho.
De 1º de janeiro até ontem, choveu 158 milímetros em Mossoró. No primeiro mês do ano foram 29 milímetros de chuva; em fevereiro, 67,8 milímetros; em março, foram 28,2; abril com 33 milímetros e maio não houve registro de acúmulo de água das chuvas na estação meteorológica da universidade. “Esse total de 158 milímetros é muito baixo. Em um ano normal de inverno, teríamos essa média em apenas um mês”, completa o especialista.
A situação é preocupante em várias cidades. Cerca de 130 municípios estão passando pelo problema, com exceção daqueles que ficam em regiões serranas onde o acumulado do ano passa dos 400 milímetros.
Os meteorologistas usam os termos “muito seco”, “seco”, “moderadamente chuvoso”, “chuvoso” e “muito chuvoso” para classificar o período. O “muito seco” é o estado em que Mossoró e região se encontram.
Uma das causas desse fenômeno de seca pode estar relacionada com as explosões solares que estão ocorrendo. “Quando acontece isso, reflete nos estados do Nordeste”, completa Espínola.
Fonte:Gazeta do Oeste

Comperve divulga demanda parcial dos dois concursos da UFRN

A Comissão Permanente do Vestibular (Comperve) divulgou nesta sexta-feira a demanda parcial dos candidatos inscritos para os dois concursos da Universidade Federal do Rio grande do Norte no primeiro semestre de 2012. O certame do Edital 07, onde são oferecidas 62 vagas para cargos de níveis intermediário e superior, e remuneração entre R$ 1.473,58 e R$ 2.989,33 recebeu a inscrição de 4.233 candidatos. E o Edital 08, com 53 vagas para cargos de níveis intermediário e superior, e remuneração de R$ 1.473,58 a R$ 2.989,33, foram 16.410 inscritos.

As provas dos dois concursos serão aplicadas no dia 17 de junho (domingo), em Natal. A prova terá duração máxima de 4h. O local de realização das provas será divulgado, no site da Comperve, no dia 12 de junho.

Confira a demanda parcial dos candidatos inscritos por vaga no EDITAL 007 e no EDITAL 008.
Fonte:diario de natal

Carro usado por bandidos em arrastões na zona rural de Caraúbas é encontrado pela policia militar de Apodi.

Apodi- Na manhã de ontem 24, por volta de 11:00h, uma guarnição da rádio patrulha composta pelo Sgt Ivanildo e o Sd Túlio sob o comando do Capitão Brilhante, em patrulhamento pela zona rural do município de Itaú, mais precisamente no Sitio São Francisco, se deparou com um veículo tipo corsa sedam de cor verde sem os pneus e sem as placas. De imediato os policiais entraram em contato com o ciosp e consultaram o número do chassi onde foi constatado que o carro era roubado. O veículo tinha sido tomado de assalto entre as cidades de Ererê-CE e Pau dos Ferros-RN, e desde então vinha sendo usado pelos bandidos nos assaltos praticados na zona rural de algumas cidades do RN. O Veículo foi encaminhado para a Delegacia de Policia Civil de Apodi para que seja feito os procedimentos e posteriormente entregá-lo ao verdadeiro dono.

Segundo Capitão Brilhante, esse patrulhamento vem sendo realizado há algum tempo em toda a circunscrição da 2ª CPM de Apodi, que tem o intuito de coibir qualquer tipo de ação delituosa.  
Fonte:sentinelas do apodi

Consumo de arroz integral reduz a gordura abdominal

Uma fina casca — para os olhos, essa é a única diferença entre o arroz integral e o branco. Para o corpo, no entanto, esse detalhe é fonte de inesgotáveis benefícios, que vão do controle do diabete à redução da gordura abdominal. Pelo menos essa é a conclusão de uma pesquisa feita por nutricionistas da Universidade Tufts, nos Estados Unidos, que analisaram a dieta de 2 800 pessoas. Entre elas, as que consumiam três ou mais porções de cereais integrais diariamente — e não abusavam dos refi nados — tinham até 10% menos gordura visceral, aquela que se deposita barriga adentro e recobre órgãos como pâncreas, intestino e fígado. À primeira vista, a redução pode parecer pequena, mas as vantagens são imensas.
A começar pela barriga, que dá uma enxugada. Em consequência, o coração é beneficiado: células gordurosas mais murchas significam menos inflamação nas artérias e, claro, menos trabalho para fazer o sangue circular. “Sem contar que, nos últimos anos, a ciência provou que a distribuição da gordura no corpo é importante para determinar o risco cardiovascular”, explica José Renato das Neves, cardiologista do Hospital Samaritano de São Paulo. “Pessoas que nem sequer têm peso elevado, mas apresentam a adiposidade nas vísceras ou órgãos internos, apresentam um risco maior.” Junto a tantas vantagens, existe ainda a menor probabilidade de aparecimento de tumores, como o de mama.
Agora resta a pergunta: como essa casquinha, que parece tão insignificante, consegue resultados tão surpreendentes? “A resposta está no seu teor de fibras. Quanto maior seu valor, menor é a quantidade de glicose e lipídios absorvidos. Esses fatores são importantes para evitar a deposição de gordura intra-abdominal”, esclarece Rosana Radominski, endocrinologista e presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso). É que as fibras formam uma espécie de goma quando entram em contato com a água e, assim, tornam a digestão mais lenta, fazendo com que o açúcar proveniente dos alimentos seja assimilado aos poucos. Se não fosse dessa forma, aumentaria a produção de insulina, hormônio responsável por mandar a glicose para dentro das células. Só que, em excesso, ele infla os pneus da barriga e, ainda, abre caminho para o diabete.
Quem come arroz diariamente costuma se alimentar de maneira mais saudável em todas as refeições — e aí o corpo agradece com todas as suas forças. Ao analisar dados de 1999 a 2004 sobre a dieta de mais de 25 mil crianças e adultos, pesquisadores americanos constataram que nos apreciadores desse cereal não havia carência de nutrientes essenciais para o organismo, como ácido fólico, potássio e outras vitaminas do complexo B. Muito pelo contrário.
O estudo, realizado por uma empresa de consultoria alimentar, baseou-se no National Health and Nutrition Examination Survey, um levantamento feito periodicamente pelo governo dos Estados Unidos. O resultado mostrou ainda que os consumidores regulares de arroz têm menor propensão a acumular quilos extras, 34% menos risco de hipertensão e 27% menos probabilidade de aumento na circunferência abdominal. “O arroz em si, principalmente o integral, é considerado uma boa fonte de fibras alimentares, de vitaminas do complexo B e de minerais”, confirma a nutricionista Patrícia Ramos, coordenadora do Serviço de Nutrição do Hospital Bandeirantes, na capital paulista. “A longo prazo, sua ingestão diminui mesmo o risco de diversas doenças.”
Fonte:o xerife

Gevernadora é vaiada mais uma vez em Pau dos Ferros

A visita da Governadora Rosalba Ciarlini foi marcada por protestos, vaias e muito bate-boca entre correligionários, integrantes da ADUERN e alunos da UERN. 

A chefe do Executivo veio a Pau dos Ferros para assinar a ordem de serviço da conclusão da adutora do Alto Oeste. 

Estiveram presentes vários prefeitos, vice-prefeitos e lideranças locais, mas o que mais chamou a atenção foi o protesto dos professores da UERN. 
video
 
Munidos de cartazes e faixas, os representantes do movimento entoaram um verdadeiro coro de vaias ao que a Governadora respondeu com a afirmação de que suspenderá o pagamento dos docentes. 

Em Pau dos Ferros, a Governadora já foi vaiada em outras ocasiões, sendo essa a terceira. 

Além dos representantes da ADUERN e dos estudantes ainda estavam presentes em sinal de protesto os agentes penitenciários. Estes também reivindicam melhores pagamentos. 

O clima ficou tenso em alguns momentos, e houve discussão entre correligionários da Governadora e estudantes. Rosalba chegou a insinuar que os estudantes ali presentes não tinham educação, o que foi respondido com mais vaias. 

Na ocasião ela afirmou que estará de volta a Pau dos Ferros daqui há 15 dias para assinar a ordem de serviço para a construção de saneamento básico. Resta saber se será a quarta “entoada de vaias”. 

É esperar para ver e ouvir.
Estudantes e professores reivindicaram 
Vaiaram, exigiram uma satisfação
e ela deu...

vai suspender o pagamento dos grevistas!
Do Blog Folha Regional de Pau dos Ferros