quinta-feira, 8 de junho de 2017

Deputada Zenaide Maia é recepcionada com gritos de golpista,no aeroporto de Natal

video

Delegado de Patu trabalha com hipótese de ciúmes na morte de menina de 14 anos com tiro na cabeça

A Polícia Civil ainda não sabe o que motivou a morte da adolescente Nalanda Almeida Cardoso, de 14 anos, assassinada no último domingo, 04, com um tiro na cabeça disparado pelo namorado em Patu, região Alto Oeste potiguar. Inicialmente, acreditava-se que o tiro teria seria acidental, mas a informação ainda não está comprovada porque surgiram outras versões, segundo o delegado Paulo Nilo, de Patu, informou ao MOSSORÓ HOJE nesta quarta-feira (07).

Leia mais 

Menina de 14 anos é morta com tiro na cabeça disparado pelo namorado no município de Patu 

De acordo com o delegado, sabe-se que o tiro partiu do namorado da vítima, quando o casal estava dentro da casa de uma tia do suspeito. Ele é menor de idade e encontra-se foragido.

"Primeiro surgiu a versão de que foi um tiro acidental, que eles estariam 'brincando' com a arma, depois falaram em ciúmes da parte dele, ainda não sabemos a motivação concreta, pois há várias linhas de investigação", declarou o delegado.

Os familiares do suspeito que estavam na residência começarão a ser ouvidos na próxima semana pelo delegado e sua equipe. "Ainda vamos ouvir as testemunhas, por isso não dá para afirmar que foi acidental ou se foi por ciúmes", completou Paulo Nilo.

O menor está sendo procurado. O delegado não soube precisar a idade do mesmo. "Estamos juntando informações e acreditamos que logo conseguiremos localizá-lo", disse.

Nalanda Almeida foi morta por volta de 20h do domingo, 4. Ela é natural de Messias Targino, onde morava com a família. Estaria em Patu, segundo o Paulo Nilo, apenas para passar o fim de semana com o namorado.

Após sofrer o tiro na cabeça, a família do jovem ainda tentou socorrê-la, mas já chegou ao hospital sem vida.

O corpo foi removido pela Perícia Criminal, e após necropsia foi liberado para sepultamento em Messias Targino. O crime chocou a cidade e região pelas circunstâncias e principalmente pela pouca idade da vítima.

Fonte: Mossoró Hoje

Planalto: avião da JBS complica situação de Temer

O julgamento do processo de cassação da chapa presidencial no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi de alta tensão. Não tanto pelo que foi considerada uma manifestação “dura” por parte do relator do processo, o ministro Herman Benjamin, mas pelos diversos fatos que vêm, sucessivamente, complicando a situação do presidente Michel Temer. O uso de um avião da JBS, revelado na delação do empresário Joesley Batista, e a forma como a notícia foi tratada no governo foi considerado um agravante da situação do presidente por auxiliares do Planalto.
Para interlocutores do presidente, os acontecimentos “extra-TSE” têm sido fonte maior de preocupação que o julgamento na Corte. Segundo seus assessores, o presidente tem acompanhado com cautela o julgamento, mas a impressão, até o momento, é de que há um placar relativamente consolidado a favor de Temer. As ações em outras frentes, porém, trazem o componente surpresa de um desgaste progressivo e com implicações que ainda não podem ser contabilizadas.
A avaliação é que há uma estratégia deliberada por parte do Ministério Público (MP) para minar Michel Temer ao longo dos dias e que o órgão ainda tem “cartas na manga” não divulgadas. Auxiliares do presidente foram surpreendidos pelo episódio que revelou o uso do avião da JBS e acabaram desmentindo a versão inicial ao ter que admitir que Temer, de fato, viajou em aeronave particular. A resposta apressada, que depois teve de ser remendada, foi vista como equívoco no Planalto. O episódio foi tratado por Temer, internamente, como um “esquecimento”.
Fonte:Blog do Xerife

Banco do Brasil lança recurso para transferência de dinheiro via WhatsApp

O Banco do Brasil anunciou nesta quarta-feira (7) durante a CIAB 2017 uma nova ferramenta para facilitar a realização de pagamentos: em breve, será possível usar o app do banco para fazer transferência de dinheiro via WhatsApp. Isso mesmo, em vez de anotar os dados bancários de um amigo ou mesmo de um cliente, você pode fazer tudo isso de forma mais prática por meio do mensageiro.
E a novidade é bem simples, pois basta abrir o aplicativo do Banco do Brasil em seu smartphone ou tablet e, ainda na tela inicial, informar a quantia que você vai receber. Depois, compartilhe o código QR-Code gerado pelo app com o seu devedor e basta ele abrir o código também pelo app do BB para que todas as informações já estejam ali — agência, conta e valor. Aí é só confirmar o pagamento digitando a senha da conta e pronto, o dinheiro estará na sua conta.
E o código gerado pode ser compartilhado mais de uma vez, ideal para quando, por exemplo, você vai dividir um grande valor de forma igual entre várias pessoas. Em casos assim, basta enviar o mesmo código para todo mundo.
O Banco do Brasil alega que a novidade vem para evitar ao máximo que seus correntistas precisem fornecer informações como números de sua agência e de sua conta corrente pela internet quando precisam receber algum valor de outra pessoa.
Tecmundo


Blog do BG

Hoje (08) tem palestra de Bolsonaro em Natal sobre segurança

Pré-candidato à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) chega a Natal nesta quinta-feira, 8. O político vai ficar na capital potiguar até a sexta-feira para cumprir agenda no estado.
Uma recepção para o deputado está sendo organizada para ocorrer ainda no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. O parlamentar tem previsão de desembarque às 14 horas.
Também na quinta, Bolsonaro vai palestrar no  Praia Mar Hotel, em Ponta Negra, sobre temas como o desenvolvimento econômico para o Nordeste e a segurança pública. A palestra é grátis e está marcada para as 19 horas.
Bolsonaro mandou um recado para o povo potiguar. “Se Deus quiser estarei pousando no Aeroporto de Natal, onde cumpriremos uma extensa agenda. Não só na quinta mas também na sexta-feira. Quero agradecer a todos vocês do Rio Grande do Norte o apoio, o carinho e a consideração. Dizer-lhes que a recíproca é verdadeira”.
Fonte:Portal no AR

RN fica longe das primeiras posições em ranking de corrupção

O Rio Grande do Norte não figura nas primeiras posições na lista comparativa por crimes econômicos, nem na lista específica da Lava Jato, é o que aponta dados da AML Consulting, maior bureau reputacional e líder nacional no mercado de soluções e serviços de prevenção à lavagem de dinheiro.
 
Os estados que lideram os rankings da corrupção no País são Distrito Federal, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul.
 
Segundo a entidade, Bahia, São Paulo e o Distrito Federal são as unidades da Federação com maior número de políticos eleitos e nomeados, bem como de executivos de empresas públicas e autarquias da União, envolvidos em crimes econômicos e na operação Lava Jato. Sozinho, o Distrito Federal é responsável por 24,3% dos envolvidos na maior operação de combate à corrupção da história do país. O mapa comparativo de crimes econômicos, em geral, é mais diluído, com São Paulo, Distrito Federal, Bahia, Minas Gerais e Paraná liderando as cinco primeiras posições com participação entre 9,7% e 4,7%.
 
Dentre as Pessoas Expostas Politicamente, os dois rankings consideram apenas os titulares, indivíduos que ocupam ou já ocuparam cargos, empregos ou funções públicas de relevância. As PEPs titulares podem ser pessoas eleitas, como governadores e prefeitos, ou nomeadas, como ministros, reitores de universidades e presidentes de empresas públicas.
 
A Lista PEP da AML segue as recomendações do Gafi (Grupo de Ação Financeira contra Lavagem de Dinheiro), metodologia que contempla uma seleção mais ampla do que determina a regulamentação vigente, expressa através da Circular 3.461/09, Carta-Circular 3.430/10 e Circular 3.654/13.
 
Veja os rankings: 
 
PEPs titulares envolvidas em crimes econômicos
 
1º SP (1.234 PEPs ou 9,7%)
2º DF (874 PEPs ou 6,9%)
3º BA (752 PEPs ou 5,9%)
4º MG (718 PEPs ou 5,6%)
5º PR (597 PEPs ou 4,7%)
 
PEPs titulares envolvidas na Lava Jato
 
1º DF (223 PEPs ou 24,3%)
2º SP (75 PEPs ou 8,1%)
3º RS (74 PEPs ou 8%)
4º RJ (65 PEPs ou 7%)
5º BA (57 PEPs ou 6,2%)

Fonte:De Fato

ONU usará drones para erradicar insetos que causam doenças

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), usará drones para combater insetos como a mosca tsé-tsé, transmissora da chamada “doença do sono”,  que afeta tanto humanos quanto animais.
Em uma primeira etapa, um drone teleguiado será lançado no Sul da Etiópia, a cerca de 200 metros de altura. Pequenas caixas abertas terão moscas esterilizadas previamente com tecnologia nuclear.
Esse método, que existe há décadas, consiste em esterilizar os insetos machos para que se reproduzam com as fêmeas infectadas, reduzindo, de forma paulatina, a população desses insetos.
o avião não tripulado, construído pela empresa Embention, tem, embaixo das asas, dois tubos dotados de um mecanismo para soltar as caixas biodegradáveis nos locais indicados.
Com apenas 25 quilos e capacidade de liberar cerca de 5 mil moscas em cada voo, o aparelho custa 15 vezes menos que os drones utilizados até agora, disse, em entrevista à Agência EFE, o fundador da Embention, David Benavente.
A “doença do sono” afeta, na Etiópia, tanto humanos quanto animais, com graves efeitos sobre a economia e a sociedade. As moscas tsé-tsé também provocam nos animais a “nagana”, uma doença que os deixa muito frágeis e os impede de colaborar nas tarefas agrícolas, o principal motor da economia africana.
O principal problema enfrentado para implantar o projeto na Etiópia é a falta de legislação sobre drones no país. Por isso, as autoridades têm que estudar o uso dos equipamentos caso a caso.
“Como não existe um regulamento, temos que mostrar que o drone é seguro, seja na Etiópia ou em qualquer outro país”, explicou o fundador da Embention.
Com autonomia de três horas, o drone está programado para percorrer um máximo de 300 quilômetros a 200 metros de altura, nível considerado espaço aéreo “não controlado”. Assim, não há chance de um pequeno avião surgir no caminho do equipamento.
Ainda que o drone seja completamente autônomo da decolagem à aterrissagem, deve haver um responsável na base que o controle, para verificar todos os mecanismos durante o voo, ressaltou Benavente.
A Aiea já está em contato com as autoridades etíopes para iniciar o projeto o mais rápido possível. Antes de cada voo, será preciso informar a rota do drone à Aviação Civil da Etiópia.
“Os drones são cegos, não são capazes de ver em tempo real se existe alguma ameaça para evitá-la. Algo assim só pode ser feito por um piloto humano”, acrescentou Benavente.
O uso de drones vai melhorar a eficácia da chamada Técnica do Inseto Estéril (TIE), disse o diretor-geral adjunto da Aiea para a Ciência, Aldo Malavasi Filho, por permitir soltar as moscas em locais específicos.
Enquanto os aviões utilizados atualmente para lançar as moscas alcançam uma velocidade de 200 quilômetros por hora (km/h), os drones não superam os 80 km/h, o que permite uma liberação mais eficaz e precisa.
Em entrevista à Agência EFE, o especialista brasileiro estima que os drones estarão prontos para uso geral em pouco mais de um ano.
A introdução dos drones nessa batalha é apoiada pela Aiea e pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).
Se o atual projeto-piloto com a Embention evoluir, a ideia é estendê-lo para novas regiões da África e para novas espécies de insetos.
“O uso de drones permitirá também dispersar mosquitos menores, que são muito mais delicados que as moscas”, afirmou Malavasi.
Com mosquitos estéreis será possível combater outros vírus perigosos, como da zika, dengue e chikungunya.
Agência Brasil.